in

Meditação iniciante: descubra os segredos da meditação para iniciantes!

Talvez você já tenha ouvido falar sobre os benefícios da meditação para as pessoas. Mas você conhece os segredos da meditação iniciante? Sabe qual é o ponto de partida para começar a meditar?

A meditação é uma prática milenar que vem sendo aprimorada com o decorrer do tempo. Hoje ela é usada não apenas como método de relaxamento, mas até mesmo como tratamento holístico para diversos males.

E é fato que essa atividade oferece inúmeros benefícios para as pessoas. Por isso mesmo trouxemos algumas dicas sobre meditação iniciante, como começar e quais são as coisas mais importantes a considerar.

Dicas importantes sobre meditação iniciante!

A primeira coisa que você precisa saber sobre a meditação iniciante é que alcançar o tal do estado “nirvana” não é uma tarefa tão simples. Mas algumas dicas podem ajudar a percorrer esse caminho.

  • Tenha um objetivo:

É importante meditar com um propósito. Embora qualquer pessoa possa meditar, e não exista nenhuma contraindicação, meditar exige que você repita isso todos os dias, e quem tem um “porquê” consegue fazer isso de forma um pouco mais eficiente. Seus motivos podem ser vários:

  • Relaxar;
  • Dormir melhor;
  • Diminuir o estresse no trabalho;
  • Ter um momento a sós consigo;
  • Desenvolver a concentração, etc.

Ter um motivo que te leve a meditar todos os dias é importantíssimo para conseguir manter a devida frequência!

  • Faça todos os dias:

A meditação é um treino, assim como uma academia. Sendo assim, você deve repetir a sessão todos os dias, fazendo com que o seu cérebro se torne cada vez mais treinado para isso, e melhore o desempenho aos poucos.

Posso meditar em casa, ou tenho que ir para outro lugar?

Quando falamos em “meditação iniciante”, muitas vezes nos vem à mente aquela imagem de um monge sereno em uma montanha longínqua. Meditar na natureza é excelente, sim, mas a meditação pode ser feita em qualquer lugar.

E quanto mais você treina o seu cérebro para essa prática, mais vai perceber que pode meditar em qualquer lugar MESMO. Mas para começar, escolha fazer isso em um local confortável, silencioso, que lhe permita concentração.

A sua casa, o seu quarto, pode ser um bom espaço para começar. Deixe uma fonte de ventilação, faça com que o clima seja agradável para que você não sinta um impulso de sair da meditação iniciante para fazer qualquer outra coisa.

  • Posição de flor de lótus?

Outro ponto essencial é a posição que você usa para meditar. A famosa “flor de lótus” não é obrigatória. O ideal é que você escolha uma posição confortável, porém sentada.

Pode usar uma cadeira, a cama ou algum outro objeto de suporte. Fique numa posição que não lhe cause câimbras, dormência nem dores, assim conseguirá se concentrar nos pensamentos ao invés do corpo.

Frequência é o segredo: quanto mais você meditar, mais fácil vai ficar!

A meditação iniciante exige que você pratique todos os dias para conseguir ter resultados. Você pode criar um ciclo inicial de 21 dias, meditando pelo menos 2 dias por semana por 20 minutos.

Percorrido esse período, você sentirá uma necessidade natural de aumentar a frequência, seja em dias ou em tempo de meditação. Adapte isso à sua rotina, e redescubra os prazeres de estar a sós consigo.

Pronto! Essas são algumas das dicas da meditação iniciante. Com elas você já está pronto para começar a meditar aos pouquinhos, e aproveitar todos os benefícios dessa prática.

Tenha paciência – o principal pilar da meditação iniciante – e celebre cada pequena evolução em seu processo de aprendizagem. No mais, apenas desfrute da sensação de paz e calmaria que a meditação pode lhe proporcionar.

Saiba tudo sobre coaching nutricional!

Coaching para Concursos: Será que o Coaching para concursos funciona?